O Grupo Air Slaid, empresa pioneira na fabricação de elementos filtrantes e tecidos técnicos, destaca a sua preocupação e cuidados com assuntos relacionados ao meio ambiente, e reforça sempre sua atenção a um tema que foi muito discutido nos últimos tempos, que são as barragens de rejeito no Brasil. Levando em consideração, temos como exemplo a grande repercussão do acidente ocorrido em Janeiro de 2019, com a mina córrego do feijão em Brumadinho – MG;

De lá para cá, nossa linha produtiva aumentou muito, e apresentamos um grande índice de qualidade na fabricação de tecidos técnicos, apontando um crescimento ainda maior na produção de lonas para filtro prensa, que hoje é uma forte solução para conter essa real situação;

Todas nossas lonas, são fabricadas com os melhores insumos do mercado, além de serem um grande destaque, que vem sendo adotado no campo mineiro;

Hoje conseguimos direcionar os nossos tecidos a cada caso específico, através de pesquisas técnicas, testes de laboratório, com o intuito de indicar o elemento ideal para atender o processo de cada cliente, tornando-se a melhor alternativa, com foco no bloqueio da criação de mais barragens;

Diante desse cenário, apresentaremos algumas alternativas,  já existentes para conter essa situação;

Qual a diferença entre rejeito e resíduo?

Existe sim, uma diferença entre resíduo e rejeito.

Quando existem sobras de um determinado elemento, seja um produto ou até mesmo a sua embalagem, casca, ou outro derivado do processo, ainda é viável algum tipo de uso. Isso é chamado de resíduo, ou seja, que ainda agrega valor econômico de modo geral. Podemos citar alguns exemplos: garrafas pets, alimentos etc.;

De outro lado, temos o rejeito, que nada mais é o elemento que não agrega nenhum valor econômico mais para a empresa, ou seja, ele não apresenta mais nenhuma condição de uso, seja pela perda de seus componentes ou características fisio- químicas, ou excesso de contaminação, onde sua única solução é ser encaminhada para descarte, que em muitos casos temos o exemplo das barragens;

A Política Nacional de Resíduos Sólidos

Essa diferenciação, se baseia devido a importante Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que desde 2014 é responsável pela fiscalização e destinação correta deles.

Entenda o que é rejeito de mineração:

O rejeito de mineração, nada mais é do que se sobra da água que é utilizada para separar próprio elemento o que não agrega mais nenhum valor comercial, sendo considerado a forma mais econômica que hoje em dia grande parte das empresas mineradoras aderem para a realização desse beneficiamento (separação);

De maneira geral e resumidamente, são os compostos por minérios, considerados pobres (baixa concentração de ferro) que além da mistura com a água, forma assim o aspecto de lama.

 

Quais os tipos de rejeitos existentes no campo de mineração?

Os rejeitos mais conhecidos no campo de mineração são:

  • – Rejeito minério de ferro;
  • – Rejeito de alumina;
  • – Rejeito de ouro;
  • – Rejeito de granito;
    • – Entre outros.

O que é uma barragem de rejeitos?

Os rejeitos de mineração após serem extraídos e separados, precisam ser depositados em algum lugar específico. Hoje o meio mais utilizado vem sendo a barragem de contenção, estrutura usada para a armazenagem desse material. É um método simples, antigo e barato;

Funciona assim: um dique (feito a partir de solo compactado, blocos de rocha ou do próprio rejeito) é construído para barrar a lama e, à medida que o reservatório vai enchendo, novas camadas de barragem são construídas (processo chamado de alteamento).

Veja os tipos de barragens que mencionamos em uma outra matéria já citada anteriormente:

Quais alternativas, existem hoje para conter impacto ambiental causado por barragens?

Hoje uma forma tecnológica, de fácil manutenção, a fim de evitar as barragens de rejeito é o uso do filtro prensa, mas também existem outros fatores que buscam a redução de eventuais riscos para o meio ambiente, que são:

• Utilização de resíduos sólidos para soterramento de vales formados pela ação extrativista da mineração;

Como é possível perceber, existem diversas formas de armazenar e consumir os vários resíduos oriundos da mineração, diminuindo impactos ambientais

Conheça as lonas para filtro prensa e seus principais objetivos positivos:

Os filtros prensas mais utilizados em empresas de mineração são de 1500×1500 a 2500x2500mm;

Estes possuem maior capacidade de filtração, devido sua  grande quantidade de rejeitos que a mineradora é capaz de produzir;

Também é um meio que garante baixo consumo de energia, além de grande produtividade na filtração, adequando-se nas normas ambientais de forma correta, muito conhecida por ISO-14001;

A Air Slaid, produz lonas:

  • Tamanhos 250×250 a 2500×2500 mm;
  • Tecidos tecnológicos que mostraram alto desempenho no cake, ao polipropileno para contenção de rejeitos;
  • Designs padronizados;
  • Acabamentos exclusivos;
  • Durabilidade e estabilidade dimensional;
  • Fácil manutenção e lavagem.

Consulte nossa equipe de vendas e saiba mais em:

+55 19 98364.0027/ +55 19 3469.4411

falecom@grupoairslaid.com.br

www.grupoairslaid.com.br

Fontes: Opersan / Reso Ambiental / G1.globo