Nosso Processo de Produção

 

Tecelagem

Preparada para atender as necessidades do mercado de filtração e na constante busca pela qualidade total, a tecelagem da Air Slaid conta com equipamentos de alta tecnologia e precisão, como os teares eletrônicos Dornier® especialmente adaptados aos monofilamentos com alta capacidade de produção em grandes larguras.

Um rígido padrão de produção começa com o controle e correta armazenagem dos fios que passa pelo urdimento e pelos teares. Após sua confecção, o tecido é revisado pelo controle de qualidade em laboratório próprio e enviado ao setor de acabamento.

Apesar do investimento em tecnologia, o grupo Air Slaid não esquece que são as pessoas as maiores responsáveis pela qualidade de seus produtos. Treinamentos constantes e investimentos no bem estar de seus funcionários são a base para o progresso da empresa.

 

Confecção

Uma oficina polivalente com grande flexibilidade de produção, garante a confecção dos diferentes tipos de elementos filtrantes, todos modelados exclusivamente para cada cliente específico. Total controle de desenhos e especificações dimensionais garantem a conformidade na entrega dos pedidos.

O grupo Air Slaid trabalha com linhas em Polipropileno, Poliéster, Poliamida e Linhas Especiais. Máquinas de costura reta, de 2 agulhas e fechadeiras especiais para tecidos industriais pesados, garantem a qualidade da costura. As lonas são produzidas com ilhoses termoplásticos em máquinas de ultrassom.

Conta com corte a laser em 100% da produção, sendo a primeira empresa nacional a efetuar este tipo de confecção de elementos filtrantes, garantindo agilidade de entrega.

 

Acabamento

Nesta etapa é realizada a termofixação, onde o tecido ganha seus principais diferenciais.

A termofixação proporciona ao tecido estabilidade dimensional e resistência, o controle de abertura e vazão do tecido é feito em uma calandra de grande largura com alta precisão de temperatura e pressão.

A Air Slaid produz tecidos com a mais baixa permeabilidade ao ar do mercado, indo de 0,2 cfm á 200 cfm em ½ coluna d’água

É importante lembrar que todos estes processos são operados dentro do parque fabril da Air Slaid, aliás, o grupo Air slaid foi a primeira empresa nacional brasileira a desenvolver tecidos em monofilamentos super calandrados (desde 1.998), com a menor permeabilidade do mercado.

 

Saiba mais: